Centro: 11 2409-1044 | Pres. Dutra: 11 2432-3511 | Pimentas: 11 2496-7544 | Taboão: 11 4574-0768

Descubra o que é um Planner e como ele pode te ajudar

planner-1

Você, estudante e/ou profissional, como faz para se organizar? Quais ferramentas melhor lhe auxiliam na árdua tarefa de manter todas as pendências em dia, sem se confundir com as demandas ou mesmo esquecer alguma delas. Sabemos que essa é uma missão complicada e diária. Por isso, queremos apresentar uma ótima solução: o planner.

O uso de agendas e cadernos para realizar anotações do dia a dia é comum em qualquer ambiente cuja atenção é necessária. Basta assumir uma responsabilidade que pronto! A maioria de nós se vê em busca de papel e caneta para anotar os detalhes.

É um reflexo natural e, realmente, uma necessidade. Afinal, durante o dia, consumimos muito conteúdo. Seja no trabalho ou mesmo em um curso profissionalizante, é difícil lembrar de toda teoria ou prática de cada aplicação ou demanda.

Por isso, um planner é ideal!

A ferramenta não é nova, mas também nunca foi unanimidade. Fato é que, de alguns anos para cá, se tornou mais e mais popular devido à sua utilidade.

Então, que tal aprender mais sobre o que é o Planner e como você pode fazer o seu, sem muitos custos? Continue a leitura para aprender mais!

O que é um Planner?

O planner é como um caderno organizador de demandas. Muitas pessoas o chamam de “planner de estudos” por auxiliar pessoas em períodos de estudo intenso para exames ou provas, como ENEM ou Exame da OAB.

Ele auxilia as pessoas na organização de suas responsabilidades semanais (destrinchando objetivos diários) ou mensais (destrinchando objetivos semanais).

Em suas páginas, é possível incluir muito mais que um cronograma de atividades e “checkpoints” da sua rotina.

Na verdade, é um local onde você reúne detalhes sobre seu trabalho ou estudos, como:

  • As matérias (e espaços para resumos) ou responsabilidades;
  • Os professores ou chefes;
  • O cronograma de provas ou prazos de entrega de projetos;
  • Espaço para programação de leituras ou estudos complementares;
  • E muito mais!

Tudo de forma orgânica e personalizada.

Por isso, recomendamos fazer o seu próprio planner e não comprar um pronto (que é uma opção caso você queira poupar tempo) em uma papelaria da cidade.

Como fazer seu próprio planner?

Não há um segredo, apenas a necessidade de dedicar-se à criar seu próprio ambiente de organização.

O ideal é contar com um caderno de folhas pautadas ou uma agenda em branco. Então, com auxílio de uma ferramenta digital (como o Word) ou mesmo escrevendo à mão, montar o seu planner.

Faça um teste:

Digamos que seu objetivo é estudar para a prova final do curso de Informática da Microlins. Reserve páginas suficientes para um mês de anotações no planner, focando em 3 matérias (portanto, 10 páginas para cada).

Em cada uma, identifique a matéria e crie 3 campos:

  • Conteúdo: onde você irá resumir o conteúdo em algumas palavras;
  • Tarefas: as atividades a serem exercidas, como “Estudar Programação”, “Criar Planilha para Praticar Excel”, entre outros;
  • Data: identificando o dia ou hora de cada uma das tarefas;
  • Extras: é bacana incluir um espaço para anotações, um checklist em branco para você preencher com itens a serem revistos e etc.

Agora basta preencher com outros campos que mais lhe agradarem e se encaixarem em sua rotina de responsabilidades. A partir daí, o uso diário deve ser exercitado. Com isso, você se tornar alguém muito mais organizado no curso ou no ambiente de trabalho!

Para mais dicas sobre organização, estudos e qualificação profissional, continue de olho no nosso blog!

Copyright © Microlins Guarulhos.  Todos os direitos reservados