Centro: 11 2409-0141 | Pres. Dutra: 11 2432-3511 | Pimentas: 11 2496-7544 | Taboão: 11 4574-0768

Inteligência emocional: cada vez mais importante pra carreira

equilibrio

Embora muito essencial, o currículo não é tudo quando o assunto é evolução profissional e a busca por uma carreira de sucesso. Boa parte dessas conquistas depende de uma harmonia entre conhecimento técnico e sua inteligência emocional para lidar com as situações de negócio.

Em tempos onde a exigência por um contínuo desenvolvimento profissional se intensifica, muitas pessoas esquecem que o amadurecimento mental faz parte desse processo.

Por isso, buscar desenvolver sua inteligência emocional é um passo importante para uma carreira de sucesso. Mas, afinal, como? É isso que iremos explorar neste artigo. Continue a leitura!

O que é inteligência emocional?

Popularizado pelo livro “Inteligência Emocional” (1995), do autor americano Daniel Goleman, é o conceito que traduz a habilidade da pessoa perceber, compreender e administrar seu estado emocional, e também o de outras pessoas.

Ou seja, pessoas com a inteligência emocional mais desenvolvida tendem a ser mais engajadas com suas responsabilidades e possuir um senso de liderança maior.

Assim, considera-se que a inteligência emocional seja o motor para uma melhor autoestima e determinação, características essenciais que marcam o perfil de pessoas controladas.

Qual a ligação que ela tem com a profissão e por que é tão importante desenvolvê-la?

Se antigamente, os processos de contratação e entrevistas levavam em conta a experiência da pessoa, seu currículo e formação acadêmica, hoje em dia essa avaliação consiste de muitas outras camadas.

Avaliadores, recrutadores e gestores precisam de profissionais que dominam teoria e prática, claro, mas também de quem possua capacidades subjetivas e mentais, que sejam maleáveis às mais diferentes situações corporativas.

Assim, no contexto profissional, a inteligência emocional é vista como uma ferramenta indispensável para àqueles que almejam posições de liderança e destaque na empresa.

Por isso, desenvolver sua inteligência emocional é um passo tão importante para o crescimento da sua carreira.

Esse passo se dará com autoconhecimento, autogestão, motivação, empatia e habilidades sociais. Ou seja, é preciso conhecer a si mesmo e o que alimenta seus mais variados comportamentos, como alegria ou raiva, e trabalhar em cima disso para se tornar uma pessoa mais controlada.

É importante também focar em suas habilidades sociais, pois a falta delas representa uma grande limitação no mundo dos negócios.

Dessa forma, aos olhos dos recrutadores e gestores, você apresentará características raras, como versatilidade, liderança e capacidade de ser um influenciador no ambiente de trabalho, consciência organizacional e otimismo.

Qual a diferença que ela pode fazer na carreira de qualquer pessoa?

Com sua inteligência emocional bem desenvolvida, você é visto como um líder em potencial. Sem isso, equipes inteiras sofrem com a falta de direção, gerenciamento de crises e falhas produtivas.

Mas, ao mostrar controle e senso de responsabilidade, você terá a capacidade de gerenciar com maior facilidade seu time (seja seu colega, um estagiário ou um setor inteiro), potencializando sua produtividade e alcançando melhores resultados.

Com isso, você terá melhores perspectivas em sua carreira e será preterido em promoções para cargos maiores. Além de ganhar o respeito dos colegas de trabalho, você pode aproveitar de benefícios como melhores salários e mais oportunidades de emprego.

E então, como você vai trabalhar e desenvolver a sua inteligência emocional? Ela é essencial para um futuro profissional de sucesso!

Continue de olho nas novidades do nosso blog para mais conteúdos como esse!

Copyright © Microlins Guarulhos.  Todos os direitos reservados