O que você precisa saber sobre trabalhar em uma Startup?

pexels-photo-534203

Hoje em dia, é fácil encontrar pessoas com uma mente mais aberta e que busquem diferentes formas de conquistar seu pão de cada dia. Empresas convencionais perderam espaço e a possibilidade de trabalhar em uma Startup é o que verdadeiramente mexe com o coração de vários futuros profissionais. Mas afinal, o que torna esse nicho corporativo tão atraente e o que o diferencia do mercado de trabalho convencional?

Para responder a primeira pergunta, voltamos ao conceito:

Uma Startup é uma “empresa emergente”. Seu modelo de negócios busca ser escalável, com foco em crescimento exponencial e constante.  Normalmente, tem base tecnológica e tem como produto ou serviço algo que reinvente um nicho de mercado, criando uma solução inovadora.

Quer exemplos? Pense no iFood e seu impacto no delivery de comida. Ou mesmo o Spotify e Netflix, agindo na popularização do streaming de conteúdo pelo modelo de assinatura.

Os nomes são populares, mas não se engane: existem startups valiosas em todo mercado, que trabalham com soluções de medicina e até para o mercado financeiro, conhecidas como fintechs.

E sua popularidade se explica nos números: startups, quando bem-sucedidas, costumam crescer muito. Com isso, os salários podem ser bem acima do mercado — o que atrai o olhar de muita gente.

No entanto, é importante entender que trabalhar em uma Startup pode ser diferente de um “emprego normal”. Como? É só continuar a leitura para entender!

Quer trabalhar em uma Startup? Entenda 5 fatos que as diferenciam de empresas convencionais

Antes de trabalhar em uma Startup, você deve entender que se trata de um ambiente diferente das empresas normais. Normalmente, se tratam de negócio enxutos, com equipe reduzida e foco na produtividade, por isso, alguns fatores de cobrança se alteram.

Confira!

1# A oportunidade de crescimento é (praticamente) infinita

Você já ouviu falar um startup unicórnio? O termo diz respeito às startups que atingiram valor de mercado igual ou superior a US$ 1 bilhão.

E esse é o objetivo de praticamente todas as startups: crescer ao ponto de valer bilhões de dólares. Por isso, o espaço para crescimento é ilimitado. Ao mostrar resultados, comprometimento e ser um solucionador de problemas, independente da área, você tem chances de decolar de cargo!

2# A cultura organizacional costuma ser moderna e flexível

A cultura organizacional diz muito sobre como é trabalhar em uma startup.

Fruto de um era moderna, conectada e jovem, as startups costumam ser bem flexíveis. O que queremos dizer? Além de algumas praticarem uma gestão bem linear (e não hierárquica), com espaço para todos crescerem de forma igual, as startups também têm um ambiente descontraído, sem dress-code e, muitas vezes, com home-office liberado.

Além disso, é comum ver benefícios diferenciados aos funcionários. Por exemplo, algumas startups oferecem cerveja ao fim do expediente ou mesmo mimos mais elaborados, como plano de saúde para seu pet.

3# A exigência por resultados é alta

É claro que, ao trabalhar em uma startup que almeja alcançar valor de mercado de US$ 1 bilhão, você tem que ter o entendimento que os resultados são necessários.

O ambiente flexível, o bom salário e os benefícios normalmente são recompensas pela exigência de alta produtividade e entrega. Esse é um dos motes das startups: performance.

E lembre-se que você sempre será avaliado por isso. Então busque se qualificar e entregar o melhor resultado!

4# Autonomia e a criatividade para a resolução de problemas

Esse ambiente inovador dispensa a burocratização que muitas empresas convencionais apresentam. Afinal, isso é o oposto de agilidade para resolução de problemas. Em startups, a criatividade tem muito valor!

Ao trabalhar em uma startup, suas habilidades profissionais serão exigidas ao máximo, muitas vezes em várias funções diferentes. Portanto, mente afiada para os próximos desafios!

5# A qualificação é essencial

Para trabalhar em uma startup você vai precisar de conhecimentos técnicos e práticos, isso é fato.

Muitas startups podem até dispensar a necessidade de diplomas universitários, no entanto, buscam profissionais realmente capazes. Nessa hora, todo certificado no seu currículo vale.

E o que melhor do que começar agora mesmo a se qualificar para trabalhar em uma Startup em um futuro próximo? A Microlins conhece esse desafio e está pronta para ajudar você.

Confira nossos cursos voltados para a área de tecnologia que podem ser a porta de entrada para você trabalhar em uma startup, como Programador de Computador Avançado, Animador em 3D Studio ou Programador de Games!

Para mais conteúdos e dicas sobre estudos e mercado de trabalho, continue de olho em nosso blog!

Copyright © Microlins Guarulhos.  Todos os direitos reservados